sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Vereador Max de Zé de Toinho lamenta a falta de merenda em escolas da zona rural.




A falta de merenda em escolas da zona rural de Ribeirópolis foi o tema principal do discurso do vereador Ney Max Santana Oliveira (Max de Zé de Toinho/DEM) na sessão de quinta-feira (5). O democrata lamentou a situação enfrentada pelos alunos do povoado Lagoa D’Água e esclareceu que após visitar a unidade de ensino, a merenda chegou.

Segundo Max, algumas mães e pais de alunos dos povoados Lagoa D'Água e Sítio Velho procuraram o parlamentar para expor o problema. “Perguntei aos alunos se eles teriam merendado e eles disseram que não”, relatou o vereador sobre a conversa que teve com os estudantes durante a visita.

Max registrou que foi bem recebido pelos funcionários, mas ficou surpreso porque não tinha merenda escolar para os estudantes. “Meia hora ou uma hora depois que saí da escola chegou a Kombi da Prefeitura com a merenda escolar”, ressalvou.

“Meu papel é fiscalizar. Na hora de reivindicar os direitos do povo de Ribeirópolis vou reivindicar. Na hora de tirar o chapéu, tiro o chapéu”, pontuou Max rebatendo as declarações feitas pela ASCOM da Prefeitura no Facebook sobre a visita do vereador à escola da Lagoa D’Água.

Franklin Andrade
ASCOM/Câmara de Ribeirópolis