quarta-feira, 27 de março de 2013

VEREADOR MAX DE ZÉ DE TOINHO abre debate sobre o Piso dos agentes de saúde na Câmara de Vereadores.




Reportagem do Cinform foi comentada por vereador da oposição na tribuna.

Uma matéria publicada no Jornal Cinform desta semana foi discutida na Câmara de Vereadores. Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (26) o vereador Max de Zé de Toinho (DEM) lamentou que Ribeirópolis esteja entre os municípios de Sergipe que não paga o piso salarial aos agentes comunitários de saúde.

“Só três cidades de Sergipe vem cumprindo com o piso, que foi legalizado através de uma portaria do Ministério da Saúde. As prefeituras são de Pacatuba, Itabi e Divina Pastora, nas demais até agora ninguém recebeu nem recebeu nem viu para onde foi o dinheiro desse piso”, disse o vereador.

Max ressaltou que os presidentes dos sindicatos afirmam na reportagem que o dinheiro do piso está sendo repassado para as prefeituras desde 2008. O vereador sugeriu que fosse feita uma reunião dos vereadores com o Prefeito João de Nega (PSB). “Vamos precisar da compreensão do prefeito”, frisou o democrata.

Em aparte a vereadora Vaninha de Cajueiro (PDT) convidou o vereador a visitar uma das três prefeituras citadas na reportagem para conhecer a realidade do município e tentar solucionar a questão em Ribeirópolis.

Na sessão do dia 26 de fevereiro, Max apresentou uma indicação cobrando ao prefeito o pagamento do piso aos agentes de saúde em Ribeirópolis. A Indicação 020/2013 foi aprovada em plenário por todos os vereadores.

Por Franklin Andrade
Ascom/Câmara de Ribeirópolis

Depoimentos no Facebook , APROVAM o Mandato da Gente.


terça-feira, 26 de março de 2013

Participação popular tem sido destaque na Câmara Municipal

Os ribeiropolenses estão cada vez mais participativos em relação aos trabalhos do Poder Legislativo. Na atual gestão, as sessões da Câmara de Vereadores tem sido prestigiada por jovens, idosos, servidores públicos, profissionais liberais, empresários e parlamentares de outras cidades.

Parabéns ao trabalho do Presidente Pedrinho da Topic e aos vereadores atuais que têm debatido de forma democrática e respeitosa, atraindo assim a atenção da população para debates importantes sobre o município.

Franklin Andrade 

sábado, 23 de março de 2013

Leia o artigo da semana do Deputado Federal Mendonça Prado: Imposto Único Já!

Por Mendonça Prado

Os contribuintes brasileiros são alvo de uma das mais elevadas cargas tributárias do planeta. São vários impostos, taxas e contribuições instituídos e cobrados pelos três entes federados: União, Estados e Municípios. A situação é tão singular que a população trabalha aproximadamente cinco meses, a cada ano, só para saldar os compromissos com os fiscos.
Por isso, algumas indagações são feitas acerca da aplicação do que foi arrecadado. Pessoas físicas e jurídicas fazem os maiores sacrifícios para prover os cofres públicos de dinheiro e querem, com todo o direito, avaliar o destino de cada centavo pago. Assim, evidenciam-se descontentamentos com a péssima qualidade dos serviços oferecidos à população, bem como com a abominável corrupção praticada por agentes públicos e políticos. A má gestão e a incompetência, que também ensejam o desperdício, revoltam da mesma maneira a sociedade, que já está cansada de projetos malogrados. Por que não aplicam corretamente os recursos públicos? Será que não existe um modelo mais eficiente? O que fazer para reduzir esses absurdos?
Além do excesso de tributos, o ordenamento jurídico ainda prevê obrigações acessórias que transformam pessoas físicas e jurídicas em espécies de reféns do Estado. Trata-se, portanto, de uma missão penosa manter-se em dia com tantas convenções. Em alguns casos, as empresas são obrigadas a reservar arquivos que atravessam longos períodos à disposição da administração pública. Isso tudo na era da tecnologia e da informação.

Uma verdadeira sopa de letras confunde os contribuintes em cada momento do seu dia a dia. IPI, IE, II, IR, ICMS, IPVA, IPTU, ISS, ICMS, PIS, ITBI, IOF, COFINS e tantas outras siglas que servem de conexão entre o bolso do cidadão e o erário.  Cada uma com a sua especificação e com o seu modo de coletar moedas, mas todas com o mesmo destino, o cofre governamental.
Essas letras estão presentes nas mercadorias que circulam, nos serviços que são executados, nos bens móveis e imóveis, enfim, em quase tudo que faz parte do universo. Às vezes,  elas nem parecem existir, mas, mesmo ignoradas, cumprem o  papel e subtraem de nós, parte considerável das nossas economias. É assim quando pagamos a conta de energia elétrica, a tarifa do transporte, ou mesmo quando nos alimentamos em um restaurante. As siglas parecem agir incógnitas, no entanto, levam de nós até a derradeira fração.
De acordo com as interpretações técnicas e os ajuizamentos das pessoas mais simples, há contribuinte de fato e contribuinte de direito. Um indicado por lei e o outro distinguido como uma espécie de consumidor final, ou seja, aquele que paga a conta com o quantitativo do tributo já inserido no preço.  Os tributos são diretos ou indiretos. Quando a tributação incide sobre o patrimônio, tomando por base o valor venal do imóvel, a exemplo do IPTU, ele é classificado como direto e logo sabemos quem é o pagador. Mas, quando ele incide sobre a circulação de uma determinada mercadoria como  ocorre com o ICMS, descrevemos esse imposto como indireto, e o ônus recai sobre os ombros de quem adquire o produto.
Ao comprar um refrigerante, por exemplo, o cidadão paga diversos tributos de maneira indireta. Neste caso, o valor é igual para ricos e pobres, o que significa dizer que na tributação indireta, pobres e ricos contribuem com a mesma importância. No Brasil, a maior fatia do bolo arrecadado tem origem nos tributos indiretos. Assim sendo, podemos afirmar que os pobres e a classe média contribuem muito mais que os ricos e milionários. Isso confirma que o sistema é injusto e não observa com rigor a capacidade contributiva das pessoas.
O aparelho de arrecadação brasileiro é, indiscutivelmente, um dos assuntos mais relevantes. Além do que já foi dito  com muita simplicidade, não podemos olvidar das implicações em questões como a geração de empregos e os óbices causados pelo peso dos encargos sobre as folhas de pagamento. Nesse caso, os vilões são as contribuições previdenciárias, PIS, FGTS, , SESI, SENAI e outras. Destarte, se levarmos em consideração apenas as empresas de construção civil, concluiremos que as siglas subtraem de 120 a 150 % do valor total da folha. Logo, uma estupidez sem precedentes que freia o desenvolvimento socioeconômico e reduz a renda do trabalhador.
Diante dessa pequena amostra da complexidade do sistema e das dificuldades que o mesmo enseja para pessoas físicas e jurídicas, só resta apresentar uma solução: Imposto único Já!

*Mendonça Prado é advogado e deputado federal por Sergipe.

Antônio Passos defende pacto federativo mais justo para estados e municípios


Na sessão desta terça-feira, dia 19, o deputado estadual Antônio Passos (DEM) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para falar sobre o pacto federativo. Ele lembrou que ontem o Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu uma liminar que entristeceu estados e municípios, que estavam na expectativa de receber alguns reais a mais de receita, principalmente aquelas cidades que não têm produção de petróleo. “Mas a coisa foi barrada por essa liminar. Mas, como ainda vai ser apreciado o mérito, vamos deixar que o Supremo decida a questão”, disse.

De acordo com o deputado, observa-se ao longo de anos uma discussão no sentido de que é preciso uma reforma administrativa e fiscal, mas nada disso sai do papel. Para ele, se vivemos numa Federação, todos os municípios como todos os estados devem ter as mesmas oportunidades. “Então eu acho que caberia a distribuição dos recursos públicos mediante a população de cada município ou mediante a população de cada estado, para que não houvesse tanta discriminação entre estados ricos do Sul e Sudeste e estados pobres do Nordeste e Norte brasileiro”, ressaltou.

Antônio Passos disse que sabe que a distribuição sobre o fator gerador da riqueza, ou seja, tributar e depois distribuir, favorece quem tem um grande parque industrial ou quem tem uma grande produção agrícola. “Mas, afinal de contas, se moramos no Brasil todos, não temos os mesmos direitos e obrigações”, indagou. O parlamentar falou sobre os diferentes percentuais dispendidos por municípios, estados e o governo federal em Educação e Saúde.

“Há uma diferença muito grande nesse setor”, declarou, referindo-se aos 3% gastos pelo governo federal em educação, enquanto Estados e os municípios foram obrigados a gastar 25%, como reza na Constituição. “O governo federal gastou 2% na área da saúde e os estados gastaram 13%, porque é isso que a Constituição Federal, e 15% os municípios. E quando se vai para a receita, o governo federal está com 70% da receita tributária, enquanto os municípios e estados com 30%”, completou.

O deputado disse que o país que quer se desenvolver precisa investir muito na área educacional, como aconteceu com todos os países que chegaram a um patamar de desenvolvimento. Infelizmente, disse Antônio Passos, isso não ocorre no Brasil, pois é preciso bons mestres em sala de aula, recebendo vencimentos condignos com o serviço que eles prestam. “Realmente isso não ocorre porque nem os municípios e estados não têm essa condição para resolver”, disse.

Ele acrescentou que além dessa situação quando municípios e estados do Norte e Nordeste conseguem alguma coisa a mais vem uma liminar, uma decisão contra o pacto federativo. “Então eu acho que se há um pacto é aonde todos poderiam ser tratados por igual. Então nós, enquanto classe política, precisamos exigir do Congresso Nacional que ele tenha responsabilidade de bater firme nesses temas e pensar não só na sua cidade, no seu estado, mas precisamos ver essa coisa no todo. Isso que é importante”, afirmou.

Unale

O deputado democrata disse que parabeniza a causa defendida pela União Nacional dos Legislativos Estaduais (Unale), no sentido de que 10% da receita pública federal seja redistribuída com municípios e estados. “Ótimo e será que a Unale, com seus 1.059 deputados estaduais, conseguirá que o Congresso se sensibilize? São temas como esses que nós precisamos debater. Sem recurso financeiro, o administrador não pode resolver os problemas e eles vão se acumulando”.

Antônio Passos acrescentou que espera também que a tão falada reforma que tanto se fala, mas pouco anda, passe a ser uma realidade e, junto com ela, poderia ser aprovada a proposta de redistribuição dos 10%. “Já melhorava”, declarou. O deputado disse que sua proposta é aproximar um pouco mais a parte financeira dos municípios e a população e cada cidadão valeria um determinado preço para a administração.

Abastecimento de água

Durante seu discurso, o deputado Antônio Passos também voltou a cobrar à Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) o abastecimento de água para o município de Ribeirópolis. De acordo com o parlamentar, há alguns dias a população da cidade está sem o fornecimento de água. “Esse é um líquido precioso. Água é vida. E esperamos que a Deso resolva o problema”, afirmou.

Da Agência Alese

sexta-feira, 22 de março de 2013

Vereador Max de Zé de Toinho em visita Cortesia ao secretário de esportes de Aracaju, Carlos Eloy Filho.

REGISTRANDO : Encontro entre o nosso vereador Max De Zé de Toinho e sua prima a competente Jornalista Jéssika Sampaio e o Secretário de Esportes de Aracaju , o amigo Carlos Eloy.

Vereador da gente concedeu entrevista hoje pela manhã na Rádio Educadora de Frei Paulo.

 Registro: hoje pela manhã concedendo entrevista ao radialista Anselmo Tavares na Rádio Educadora de Frei Paulo. 

Nosso vereador mostrou suas indicações, projeto e disse como se faz política

Fará uma oposição séria e com coerência. 

Bate papo descontraído com os ouvintes, amigos e eleitores.
Obrigado a todos que enviaram seus torpedos !

Vereador Max de Zé de Toinho denuncia falta de médico nos finais de semana em Ribeirópolis


Em pronunciamento na sessão ordinária desta quinta-feira (21) o vereador Max de Zé de Toinho (DEM) denunciou a falta de médico na Clínica de Saúde Dr. Djalme Francisco de Lima em Ribeirópolis. O relato foi feito na tribuna da Câmara de Vereadores, onde Max cobrou providências da administração.

“É constante nos finais de semana a falta de médico em Ribeirópolis. Eu acho uma falta de compromisso com o ribeiropolense. Dinheiro na saúde pode ter certeza que tem. Não estou mentindo, é reclamação geral da população”, frisou Max.

O parlamentar diz ter ouvido reclamações constantes sobre a situação. “Está virando rotina à reclamação dos ribeiropolenses sobre a falta de médico nessa clínica 24h ou hospital”, lamentou o vereador. Durante o discurso, Max ressaltou o caos da saúde em várias cidades e lembrou que o município teve um hospital e maternidade.

“Aquela clínica que está lá, o prédio é até bonito. Agora, infelizmente o principal que é o profissional está faltando, o médico”, pontuou. Em aparte, o vereador Fonso de Nelson (PSB) questionou Max sobre quais eram os médicos que trabalharam na maternidade Dr. Carlos Firpo. O democrata assegurou que irá apresentar os nomes.

Ascom/Câmara de Vereadores
Foto: Franklin Andrade

terça-feira, 19 de março de 2013

Projeto de Lei do Vereador MAX DE ZÉ DE TOINHO cria a Semana da Juventude em Ribeirópolis.

O vereador Max de Zé de Toinho (DEM) de Ribeirópolis apresentou no último dia 12.03 Projeto de Lei de nº 06/2013 à Câmara de Vereadores com o objetivo de criar a Semana da Juventude em Ribeirópolis. O projeto foi aprovado na sala das comissões e seguiu para plenário onde foi aprovado por unanimidade e agora seguirá para o executivo municipal, com a minuta de um projeto de lei anexa versando sobre o assunto, para que se dê sequência e seja transformado em uma lei.

Com o objetivo de contribuir com o debate das políticas públicas de Juventude, foi apresentado na sessão ordinária na Câmara Municipal de Ribeirópolis , o projeto de lei de nº 06/2013 que institui a Semana Municipal da Juventude na cidade de Ribeirópolis.
  De autoria do vereador do DEM , Max de Zé de Toinho , a semana propõe o envolvimento da juventude em eventos com questões relacionadas à cultura; esporte e lazer; saúde e sexualidade; drogas; trabalho; educação; cidadania, entre outros.
 
O projeto de lei foi aprovado por unanimidade na noite desta terça-feira dia 19/03/2013.

RIBEIRÓPOLIS : Paciente de sete anos festeja vitória contra o câncer.


Eduardo Andrade, 7 anos, se curou de uma leucemia

“Hoje é dia de comemorar. Lembro exatamente do dia em que começamos esta luta e estamos aqui para celebrar a vida do meu filho novamente. Hoje, ele tem uma nova data de aniversário”, foi com essas palavras que, Suzana Andrade chegou, na manhã de ontem, 13, na Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe, Avosos.

Há mais de dois anos, a dona de casa, que mora no município de Ribeirópolis, iniciou uma das batalhas mais importantes de sua vida: correr contra o tempo e salvar a vida do próprio filho, Eduardo Andrade, de sete anos. E foram mais de dois meses entre ida aos médicos e exames até que foi encaminhada ao Serviço em Oncohematologia Pediátrica, SOHEP/AVOSOS e teve a notícia que não queria nem imaginar. “Quando soube do diagnóstico perdi meu chão. Nenhuma mãe espera que seu filho passe por um processo como este. É muito doloroso”, revelou Suzana.

Com um tipo de leucemia considerada rara, a bifenotípica, que acomete 3% dos casos de leucemias na infância, Dudu, como é carinhosamente chamado por todos, iniciou a luta contra o câncer em novembro de 2010. Ontem, no último dia do tratamento, ele recordou um dos momentos mais marcantes dessa batalha. “A quimioterapia me deixava muito mal. Guardarei como um bom momento quando recebi a visita de representantes do Corpo de Bombeiros e me deram força para continuar”, disse o pequeno Eduardo.

Apoio fundamental para o sucesso no tratamento do filho, Suzana encontrou na Avosos o suporte que precisava para continuar e acreditar na cura. “Os profissionais me davam muita força e me passavam muita esperança desde o início do tratamento. Não desanimava em nenhum momento. Tinha muita fé que ele ia vencer, fui vivendo dia após dia”, afirmou a dona de casa. Todo o tratamento, assim como, o apoio são custeados pela entidade.

Com o sorriso estampado no rosto, o quarto enfeitado de bolas e com direito a bolo, Dudu não parava um só minuto e convidava a todos da instituição para a festa. Para a mãe, todos os obstáculos que tiveram que enfrentar durante esse tempo serviu de aprendizado. “As pessoas não podem deixar de sonhar e lutar. É uma vitória e um presente de Deus. Aprendi que enquanto houver vida, tem que haver esperança. Esta é a maior lição”, concluiu Suzana.

Fonte: Avosos Se

domingo, 17 de março de 2013

Vereador Max de Zé de Toinho participa da Festa de São José, padroeiro do povoado Lagoa da Mata em Ribeirópolis.



 
Na tarde deste domingo (17), o vereador da gente Max de Zé de Toinho (DEM) participou do encerramento da Festa de São José, padroeiro do povoado Lagoa da Mata (Ribeirópolis).

As novenas iniciaram na segunda, 11, e o dia festivo contou com alvorada, celebração da Missa Solene, consagração e procissão pelo povoado.

Fiéis da comunidade, visitantes e famílias de outros povoados participaram da festa, que foi organizada pelo Padre Nilton César.

Na ocasião, Max de Zé de Toinho foi recebido e cumprimentado por amigos e jovens do povoado, os quais acompanharam a procissão ao lado do nosso vereador.


quinta-feira, 14 de março de 2013

“Coletânea da Alma” de Arisilda Melo será lançado hoje na Praça Chiara Lubic , em Itabaiana.

A escritora Arisilda Melo tem o prazer de convidar você para o lançamento do livro “Coletânea da Alma“, que acontecerá no dia 14 de março de 2013, ás 19h, na Praça Chiara Lubic ,em Itabaiana- SE.
O livro “Coletânea da Alma” aborda 7 temáticas:  alma de mestre, alma de amor, alma da terra, alma de fé, alma do preconceito, alma capitalista, alma do sonhos. Arisilda Santos Lima Melo é formada em Serviço Social pela Universidade Tiradentes.
No evento de lançamento, a escritora fará uma breve apresentação do livro, e em seguida colaboradores farão declarações poéticas, e ainda os poemas serão musicados e declarados pelo grupo “Tom sobre Tom”.
Na oportunidade ainda haverá show com Melcíades, Meireles e Banda, e logo após, Noite de Autógrafos com a venda de livros pela Escariz.

Da redação Itnet, Aparecido Santana. 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Feliz Aniversário, SUPER Mãe !


Querida mamãe, hoje eu quero festejar com a senhora, este dia tão esperado por todos nós.
Quero que a senhora saiba do meu carinho, da minha admiração e do meu respeito.

Quero que minhas orações cheguem até o Pai Todo Poderoso, quero pedir a Ele que abra janelas e portas do céu e derrame em sua direção, saúde, paz, amor e muitos anos de vida.

Quero sentir no seu olhar de mãe, toda ternura que uma filha precisa para vencer os obstáculos do caminho.
Quero segurar em suas mãos e encontrar no seu peito
todo amor que preciso.

Parabéns mãe, estou muito feliz pela senhora ter conquistado mais um ano.
Estou muito feliz, em saber que a senhora tem por mim um amor e um carinho especial.

Desejar muitos anos de vida, é o que posso fazer, e espero que Deus ouça minhas orações e te dê toda a força do mundo para a senhora vencer sempre.

Feliz aniversário mãe, saiba que aqui dentro de mim, tem um coração cheio de amor para te oferecer a todo momento.

Feliz aniversário.

terça-feira, 12 de março de 2013

Indicação 45/2013, do vereador Max de Zé de Toinho solicita do executivo Aumento Salarial para os Assistente Administrativo de Ribeirópolis.

O vereador da gente (Max De Zé de Toinho) apresentou na noite desta terça-feira (12), uma indicação  para que o Poder Executivo possa analisar aumento para a classe dos oficiais administrativos.

Max usou a tribuna da casa e reinvidicou o aumento salarial,  "Eu sou Assistente Administrativo e faço parte do quadro efetivo da Prefeitura de Ribeirópolis, as administrações passadas nunca olhou com bons olhos pra gente." frizou o vereador.

O vereador espera que o Prefeito seja solidário com a classe e de um aumento urgente ao servidores do município em geral.

A indicação de nº 45/2013 foi a plenário e Aprovado por Unanimidade.

Ribeirópolis: poços que abastecem o município estão secando, e afeta abastecimento.

Dois novos poços deverão ser ativados em Ribeirópolis. 
 
A seca avança no interior sergipano, e os poços artesianos estão secando. Em Ribeirópolis, distante 75 km de Aracaju, a população está em alerta, em decorrência da pouca vasão nos poços que abastecem o município. 

O estado de Sergipe enfrenta uma das piores secas dos últimos 30 anos, tem regiões que a mais de 6 meses não chovem, e com o consumo excessivo de água no verão, a tendência é ter dificuldade no fornecimento de água. 

“Em Ribeirópolis o município é abastecido por três poços, e o poço que possui a maior vasão apresenta atualmente uma queda, o abastecimento está sendo mantido com sistema de manobra”, disse Bruna Carvalho, da assessoria da Deso.

Nessa terça-feira, dia 12, uma equipe técnica está indo verificar dois novos poços que poderão ser ativados, para acrescentar mais água ao sistema. 

Com essa estiagem, a alerta é que a população faça o uso racional da água, para que o abastecimento não seja afetado. 

Da redação Itnet, Aparecido Santana.

Antonio Passos pede solução para falta d'água em Ribeirópolis.

 O deputado estadual Antônio Passos disse nesta terça-feira que a Companhia de Abastecimento de Sergipe (Deso) precisa adotar providências para retomar o abastecimento de água em Ribeirópolis. Segundo o parlamentar, o município está sem água e a Deso alega que as bombas estão quebradas. Passos contesta. “Soube que a notícia não é verdadeira, que o lençol freático está baixo”.

Antônio Passos sugeriu que a Deso 'compre um pedaço de cano' e aprofunde a captação de água. O deputado disse que há muito tempo a cidade já consumia 1,4 milhão de litros de por dia, e que o consumo teve um aumento significativo. “As casas de Ribeirópolis precisam do líquido precioso”, destacou.

O deputado usou a tribuna ainda no pequeno expediente para parabenizar o município de Moita Bonita que está completando 50 anos. Passos lembrou que a emancipação do município ocorreu na gestão de Seixas Dórias, quando a comunidade foi desmembrada do município de Itabaiana.

Dilson Ramos, da Agência Alese

domingo, 10 de março de 2013

Max de Zé de Toinho prestigiou a 1ª edição do Azarração Indoor ao lado de amigos.


Na madrugada deste domingo, 10 de março, o deputado federal Mendonça Prado visitou o município de Ribeirópolis. Ele participou de um animadíssimo evento da juventude daquela conceituada cidade, ao lado do seu dileto amigo e vereador Max De Zé de Toinho. Na oportunidade, Mendonça e Max cumprimentaram os populares que demonstravam um carinho especial pelo jovem carismático Max de Zé de Toinho. Em um momento de descontração, eles foram fotografados ao lado dos vereadores Pedrinho da Topic, presidente da Câmara de Vereadores de Ribeirópolis e Vaguinho De Vado De Olimpio Grande, vereador da cidade de Itabaiana.

 Deputado federal Mendonça Prado, Vereador de Ribeirópolis Max De Zé de Toinho, deputado estadual Antônio Passos e a ex-prefeita de Ribeirópolis Regina Passos em momento de descontração.





quinta-feira, 7 de março de 2013

FUNCIONALISMO : Calendário de Pagamento para o Servidor da Prefeitura de Ribeirópolis. Indicação do vereador da gente é aprovada por unanimidade.


A implantação do calendário de pagamentos é uma indicação do nosso vereador MAX DE ZÉ DE TOINHO, e foi aprovado na noite desta quinta-feira (07) . " O objetivo principal é o pagamento em dias e no mês trabalhado, é para oferecer ao funcionalismo público municipal maior estabilidade." Garante o vereador.

Veja a indicação:

Autor: Max De Zé de Toinho
Aprovada em : 07/03/2013

Vereador Max de Zé de Toinho recebe visita cortesia dos vereadores de Itabaiana Vaguinho de Vado de Olímpio Grande e do Escovinha.

Quero agradecer a visita cortesia que recebi de meus amigos Vaguinho De Vado De Olimpio Grande , Escovinha Itabaiana na sessão de hoje (07.03). Além da escritora Arisilda e de Dr. Cosme Ricardo.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Serra do Machado: O vereador Max de Zé de Toinho apresenta mais uma indicação que beneficiará aquela comunidade.

Na noite desta terça-feira (05), o vereador Max de Zé de Toinho apresentou no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Ribeirópolis a indicação de nº 036/2013, que pede ao poder executivo de Ribeirópolis que junto a Secretaria de Segurança Pública reative o Posto de Polícia Militar do Povoado Serra do Machado. A iniciativa foi com base em discussões no Facebook. Moradores do povado insatisfeitos com a falta de segurança na região reinvidicam quase que todos os dias por essa ação

O vereador da gente cumpre com seu compromisso e quer ver Serra do Machado Melhor !

A indicação foi aprovado por Unanimidade no plenário.



terça-feira, 5 de março de 2013

Vereador Max de Zé de Toinho participa de Corrida de Argola na Rota do Sertão em Ribeirópolis.






Dezenas de cavaleiros de Ribeirópolis  e de outras localidades do Agreste/sertão , participaram na tarde deste domingo  (03), da primeira edição Corrida de Argola.

O evento é realizado pela primeira vez e além de contar com o apoio dos comerciantes e moradores,  o vereador da gente Max de Zé de Toinho colaborou  com a realização do evento.

Além da disputa,  distribuição de vários prêmios, incluindo três carneiros para os vencedores nas seguintes modalidades: profissional e amadores.

É o vereador da nossa gente apoiando o homem sertanejo.