segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Tiririca sabe ler e escrever.


Francisco Everardo Oliveira Silva, o palhaço eleito deputado federal no Brasil, provou à justiça eleitoral que sabe ler e escrever, após dúvidas levantadas pela imprensa
Segundo a imprensa brasileira, Tiririca passou no exame de escrita e leitura do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo. O teste consistiu na leitura e interpretação de dois artigos de jornal e na escrita de um texto ditado pelos juízes.

Durante a campanha para as eleições de Outubro, Tiririca tinha sido acusado pelo Ministério Público de ter entregue um documento falso à justiça eleitoral. A autoria da declaração, que continha uma ortografia inconsistente, era posta em causa, o que aumentou dúvidas em relação ao nível de literacia do candidato.

Antes desse incidente, a imprensa tinha testemunhado a recusa de Tiririca em ler uma pergunta escrita, durante uma acção de campanha - coube a um filho ler a frase ao pai. O palhaço profissional era ainda suspeito de mentir sobre o seu nível de escolaridade.

Apesar da polémica em torno das suas habilitações e da ausência de um programa político - «ajudar os pobres, em especial a minha família» é o objectivo do candidato - , Tiririca foi o candidato mais votado em todo o acto eleitoral, com mais de um milhão de votos.

Fonte: http://sol.sapo.pt/inicio/Internacional/Interior.aspx?content_id=4188