DEM confirma interesse em alianças com o PSC e PRB. - Vereador Max de Zé de Toinho

Latest

domingo, 23 de maio de 2010

DEM confirma interesse em alianças com o PSC e PRB.


JOSÉ CARLOS MACHADO CONFIRMA INTERESSE DO DEM EM ALIANÇA COM O PSC E PRB.


Faltando menos de dois meses para as convenções, esquentam as especulações sobre a formação das chapas majoritárias que vão concorrer nas Eleições 2010. O deputado Mendonça Prado (DEM), revelou que o partido pretende apostar no ex-governador João Alves Filho (DEM), para encabeçar a chapa do grupo, que tem apoio do PP e provavelmente do PSDB.
Nesta semana surgiram boatos apostando que a chapa liderada por João, será composta com Pastor Heleno (PRB), sendo candidato a vice-governador, Albano Franco (PSDB) e Eduardo Amorim (PSC), concorrendo às vagas do Senado, mas o deputado federal e membro da Executiva do DEM no Estado, José Carlos Machado, não confirma, mas revela interesse pela aliança entre os partidos.
“A chapa não está formada. Ainda estamos conversando com os partidos. Está confirmada apenas a aliança do DEM com o PP e PSDB. Tenho esperança de fechar uma aliança com os partidos liderados pelos irmãos Amorim. Existe a possibilidade de uma aliança com o PRB, mas nada está definido. Esta suposta chapa seria aprovada por mim, mas muita coisa deve ocorrer nos próximos dias”, garante.
Com relação aos partidos da base aliada ao PT, Machado acredita na possibilidade de Marcelo Déda perder aliados para o grupo de João Alves Filho. Cinco partidos com sete candidatos disputam quatro vagas na chapa do PT (PSB – PMDB – PDT – PSC – PT). Algumas lideranças ameaçaram deixar o grupo, caso não consiga a vaga desejada para disputar.
“O Belivaldo Chagas (PSB) fez um bom trabalho e não é justo ficar de fora. Uma das duas vagas para o Senado deve ser de Valadares (PSB). Almeida Lima (PMDB) já revelou que é candidato a reeleição e tem esse direito, por ter mandato e ser fiel ao partido. Ao mesmo tempo o Jackson quer a vaga. Os irmãos Amorim também desejam uma vaga para concorrer ao Senado, ou seja, são muitos candidatos para poucas vagas. Na chapa só existem quatro vagas e o PT deve definir, enquanto isso nós estamos aguardando”, explica Machado.
Sobre o seu futuro político, Machado, que anunciou no ano passado interessem em concorrer uma vaga no Senado, revela que deve ser candidato à reeleição. “Estou à disposição do grupo e pronto para ser candidato ao Senado ou Governo, mas de acordo as circunstâncias, acredito que o mais sensato é eu tentar a reeleição. As vagas da chapa majoritária deve estarem abertas para negociações com os partidos para supostas alianças. Mas se as possibilidades que imaginamos.



Fredson Navarro, de Aracaju


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.